CASA MORTUÁRIA DE BARRANCOS

barrancos . 2019 | ....

"Construir com a paisagem” origina a proposta vencedora do Concurso Público para Conceção e Construção da nova Casa Mortuária de Barrancos.  

Para responder eficazmente ao PDM (que protege o olival centenário) concentrou-se o edifício num único ponto da área de intervenção e estabeleceram-se duas cotas distintas: a cota alta - da Praça Pública, espaço de confluência aberto à paisagem e a cota baixa - de acesso ao edifício, com ambientes que convidam ao isolamento e introspeção.

São promovidos acessos de nível aos diferentes espaços, melhorando as condições de acessibilidade e os pavimentos exteriores com juntas abertas, promovem a infiltração da água nos terrenos confinantes.

No piso térreo o revestimento de xisto destaca à cota alta, os volumes brancos do “poço de luz”, que ilumina o átrio e das capelas – nascente e poente.

No interior o átrio, elemento central no espaço, de estadia e distribuição, antecede a entrada nas capelas e afasta os espaços comuns (instalações sanitárias, copa e capelas) do programa de serviço (arrumos, áreas técnicas e área dedicada ao responsável do culto).

Nas capelas, estão previstos 60 lugares sentados e o mobiliário individual permite diversas ocupações do espaço e até a união das capelas através do sistema de abertura de portas proposto. Aumentou-se a cubicagem do espaço e, através da posição das aberturas, intensificou-se a carga simbólica proporcionada pela dinâmica da luz natural, que percorre o espaço de forma diferenciada todos os dias.

 

"Building with the landscape" gives rise to the winning proposal of the Public Competition for Design and Construction of the new Casa Mortuária de Barrancos.

In order to respond effectively to the PDM (which protects the centenary olive grove), the building was concentrated in a single point of the intervention area and two different levels were established: the high level - Praça Pública, a confluence space open to the landscape and the low level - access to the building, with environments that invite isolation and introspection.

Level access to the different spaces is promoted, improving accessibility conditions and the outdoor floors with open joints, promote the infiltration of water in the adjoining lands.

On the ground floor, the schist cladding highlights the high volumes, the white volumes of the “light pit”, which illuminates the atrium and the chapels - east and west.

Inside, the atrium, a central element in the space, for accommodation and distribution, precedes the entrance to the chapels and removes the common spaces (sanitary facilities, pantry and chapels) from the service program (storage, technical areas and area dedicated to the person responsible for worship) .

In the chapels, 60 seats are provided and the individual furniture allows different occupations of the space and even the union of the chapels through the proposed door opening system. The cubication of space was increased and, through the position of the openings, the symbolic load provided by the dynamics of natural light, which travels through the space differently every day, was intensified.

Programa program

casa mortuária mortuary house

Localização Location

Barrancos, Portugal

Cliente Client

Câmara Municipal de Barrancos

Data Date

2019 | ....

Área de Construção Construction Area

250  

Arquitetura Architecture

MESA atelier

Arquitetura Paisagista

Landscape Architecture

Francisco Caldeira Cabral

Estabilidade Structure

João Paulo Cardoso, PRPC Engenheiros

Especialidades Engineering

Acribia - Projetos de Engenharia, lda.

Medições e Orçamentos

Measurements and budget

Tribato - Medição de Projetos de Arquitetura

Imagens 3D Renderings

MESA atelier

 

Reconhecimentos e Prémios Recognitions and awards

1º Prémio Concurso Internacional de Arquitectura

1º Prize International Architecture Competition

Copyright © 2020 Mesa atelier